segunda-feira, 30 de janeiro de 2012

Segunda rodada da Taça Guanabara 1º turno do Campeonato Estadual

Mais uma rodada do Estadual mais charmoso do Brasil! Flu e Vasco seguem 100%, com duas vitórias em duas partidas. Já Botafogo e Flamengo empataram seus jogos e estão com quatro pontos, mas todos os grandes lideram seus grupos. 



MACAÉ 0X0 FLAMENGO 

Local: Estádio Moacyrzão, em Macaé (RJ)
Data:28 de janeiro de 2012
Árbitro: Lenilton Rodrigues
Assistentes: Eduardo de Souza e Francisco Pereira de Souza
Cartões amarelos: Douglas Assis, Edson e André Gomes (Macaé); Gustavo e Negueba (Flamengo)
Cartões vermelhos: André Gomes (Macaé) 

MACAÉ: Luis Henrique; Édson, Ramon, Douglas Assis e Gerson (Valdir); Gedeil, Wagner, André Gomes e Wallacer; Pipico (Thiago Santos) e Alexandro (Charles Chad)
Técnico: Toninho Andrade 

FLAMENGO: Paulo Victor; João Felipe (João Vitor), Marllon, Gustavo e Magal; Maldonado, Luiz Antonio (Muralha), Camacho e Bottinelli; Negueba e Jael (Lucas)
Técnico: Antônio Lopes Júnior 








O foco é o Real Potosí
Em dia de péssimo futebol do Flamengo o empate contra o apenas razoável time do Macaé foi lucro. O início do jogo foi tenebroso, a defesa parecia querer entregar o ouro, o meio de campo errava passes em demasia e o ataque? Nem encostava na bola. O gol parecia questão de tempo, mas os atacantes do Macaé... Abusaram do direito de não acertar o gol e quando acertaram lá estava Paulo Victor. Pipico atormentava a defesa com jogadas individuais e Alexandro, esse mesmo que jogou no Botafogo, se encarregava de perder as jogadas de seu companheiro de ataque.
As poucas jogadas do Flamengo eram fruto da vontade de Camacho e lampejos de Bottinelli. Em um deles veio a primeira chance do Flamengo com um chute de Negueba. Somado a um chute de Jael foi toda a produção ofensiva do Flamengo no primeiro tempo. Com esse cenário é previsível dizer que o destaque absoluto do primeiro tempo foi o goleiro rubro negro. Que fez bela defesa em uma cabeçada de Pipico, o destaque do Macaé, e ainda mostrou segurança em outras oportunidades.
O início do segundo tempo foi quando o Flamengo apresentou o melhor futebol. A defesa nem tanto, mas pelo menos o meio acertava mais passes e dava sequência as jogadas. Com Muralha, que substituiu Luis Antônio, Bottinelli, Camacho e Negueba se movimentando mais o Fla, enfim, começava a achar brechas na marcação do time macaense. Ainda assim, a primeira chance foi de Pipico defendida por Paulo Victor. Depois, Jael em jogada de Bottinelli, o próprio argentino e Camacho perderam chances. Fazendo com que em 15 minutos o time rubro negro criasse mais oportunidades de gol do que em todo primeiro tempo.
Quando em espaços dados pela frouxa marcação do sistema defensivo Pipico, de novo ele, fez Paulo Victor realizar mais uma defesa. Em outra boa jogada do time da casa uma bomba assustou a torcida explodindo na trave e adivinha quem chutou? Isso mesmo, Pipico estava em dia inspirado (que fase). Valdir, lateral direito e bom jogador, arriscou outro chute e o goleiro justificando o "bicho" defendeu novamente.
A torcida percebendo que o meio do campo havia sumido novamente passou a pedir a entrada de Adryan. Infelizmente, o lateral João Felipe se lesionou e o técnico Lopes Junior pôs João Vitor e depois Lucas fazendo a terceira mudança e recebendo da torcida o coro tradicional e nada agradável de burro. As duas equipes se lançaram ao ataque. O Flamengo com Jael em giro sobre o zagueiro, cobrança de falta de Bottinelli e um chute de longe de Camacho. E o Macaé com Wallacer (???) em mais uma boa defesa de Paulo Victor. Houve tempo para uma expulsão: André Gomes (lembram dele?) em falta violenta no Camacho que não alterou o panorama nem o placar.
Em vista do futebol apresentado, nota-se que o Fla tem um goleiro reserva confiável e que o foco está na partida decisiva contra o Potosí. Nada além disso. 


VOLTA REDONDA 0X3 FLUMINENSE 
Local: Estádio da Cidadania, Volta Redonda (RJ)
Data: 28 de janeiro de 2012
Renda: R$ 75.410,00
Público: 5.333 presentes (4.110 pagantes)
Árbitro: Péricles Bassols
Assistentes: Dilbert Pedrosa e Luiz Antonio de Oliveira
Cartões Amarelos: Deco (Flu), Rodrigo Thiesen (VR)
Gols: FLUMINENSE: Anderson, aos 26, Wellintom Nem, aos 30, e Araújo, aos 45min do 2o tempo 

VOLTA REDONDA: Douglas, Marquinhos, Naldo, Robson e Tiago Costa; Rodrigo Thiesen, Juninho (Manteiga), Rafael Granja (Glauber) e Vinícius Mineiro; João Paulo e Jhonnattann.
Técnico: Ricardo Drubscky 

FLUMINENSE: Diego Cavalieri; Bruno, Leandro Euzébio, Anderson e Carlinhos; Edinho, Diguinho, Wagner (Jean), Deco (Araújo) e Rafael Sobis (Wellington Nem); Fred
Técnico: Abel Braga 










Começou a caminhada tricolor!!! 
Foi um bom jogo para o time mostrar aos torcedores toda a preparação e investimento se foram bem sucedidos. O mais importante é vermos um time compacto em campo, com paciência em atacar, mas com objetividade e seguro na defesa, claro que devemos levar em consideração alguns jogadores que estão fazendo a sua estréia com a camisa tricolor. 

Primeiro jogo oficial dos “titulares”,(exceto o Thiago neves) o time conseguiu uma vitória importante para começar o ano. Claro que não foi a partida que todos esperavam, com jogadas pelo meio, tabelas, passes “perfeitos” e finalizações; mas, isso é normal, normalíssimo, devido também à falta de ritmo,mas o mais preocupante é que foi nítido e notório os mesmos erros de 2011 “erros excessivos de passes”. Um primeiro tempo que vimos foi um time sem ritmo, tentando infiltrações na zaga adversária não obtendo sucesso o jogo foi equilibrado e sem gols até os 25 minutos da segunda etapa. Foi aí que um estreante abriu o placar , o zagueiro Anderson (após cobrança de escanteio, 1 a 0 Fluzão) que vem se destacando nos treinamentos e sendo muito elogiado pelo nosso comandante Abel. Poucos minutos depois Wellington Nem (entrou bem, e atento ao jogo) deu ao Flu o segundo gol: tabela com Fred (jogou bem)e Edinho e o Araújo fechou a noite e o placar do tricolor (sobre o Araujo ainda tenho desconfianças.). Pelo jogo apresentado do Flu ficou provado que o lugar de Thiago Neves já está definido, e além do mais as deficiências no meio com o Diguinho e na lateral com o Carlinhos permanecem, não vi evolução continuam cometendo os mesmos erros do ano passado, o que eu não admito é um jogador profissional errar passes de 3 metros, até porque qualidade no passe tem que ser essencial para um jogador se tornar um “profissional”,notei um certo individualismo, toque de bola é muito importante, claro que vimos coisas boas também, é um elenco qualificado,com muito potencial. Deco foi bem na partida e o Wagner sem ritmo de jogo, vai ter que se adaptar novamente ao futebol brasileiro. 

Bom, agora vamos escutar e ler muito aquela frase clássica de sempre: “Ah é início de temporada… Poucos treinos, time ainda não tá redondinho, etc…” Ganhamos, mas não podemos tapar os olhos para os problemas, senão passaremos as mesmas dificuldades que tivemos ano passado e ninguém quer. 

VAMOS AGUARDAR AS DEFINIÇÕES ,TENTAR ESQUECER DOS NEGATIVISMOS. DEIXA ACONTECER, AS COISAS ESTÃO BEM ENCAMINHADAS. AGORA É ESPERAR E TORCER PARA QUE O ABEL ARME BEM ESTE TIME, COM POSSE DE BOLA E TOQUES RÁPIDOS, O RESTO, VIRÁ NATURALMENTE. ST 




DUQUE DE CAXIAS 1X3 VASCO 
Local: Estádio Moacyrzão, Macaé (RJ)
Data: 29 de janeiro de 2012
Árbitro: Pathrice Maia
Assistentes: Silbert Faria Sisquim e Wendel de Paiva Gouveia
Cartões amarelos: Paulão (Duque de Caxias); Diego Souza e Rodolfo (Vasco)
Gols:
DUQUE DE CAXIAS: Gilcimar, aos 9min do segundo tempo
VASCO: Juninho Pernambucano, aos 27min do primeiro tempo; Alecsandro, aos 13min do segundo tempo; Diego Souza, aos 27min do segundo tempo

DUQUE DE CAXIAS: Fernando; Arilson, Paulão (Carlos Alberto), Daniel Melo e Rodrigues; Fábio Aguiar, Romário, Juninho (Michéel) e Rafael Augusto; Gilcimar e Jefinho (Jorge Fellipe)
Técnico: Mário Marques

VASCO: Fernanrdo Prass; Fagner, Dedé, Rodolfo e Thiago Feltri; Nilton, Fellipe Bastos, Allan (Bernardo) e Juninho Pernambucano (Eduardo Costa); Diego Souza (Willian Barbio) e Alecsandro
Técnico: Cristovão Borges. 










UH VAI PRA CIMA É O TREM BALA DA COLINA ♫ 
O elenco vascaíno a cada dia vai se dedicando mais e mostrando seu amor pelo o Vasco e mostrando também suas habilidades,sua garra de fazer o gol! Ontem, o Vasco sai com um placar maravilhoso de 3x1 . Alecsandro vira o placar 2x1 e o último gol marcado por Diego Souza camisa 10 do Gigante da Colina,um mergulho perfeito e dentro do gol perfeitamente. Vasco da Gama ganha sem nenhum sufoco e com essa vitória é mais um motivo de seguir em frente com tudo que o elenco tem. 

Depois de alguns comentários de alguns jogadores,não tem como deixar de ficar confiante. Como Fagner e Thiago Feltri. 

"Vou me dedicar ao máximo, e se continuar assim só virão coisas boas" - Fagner. "Espero crescer cada vez mais. Vou trabalhar para isso e para que eu possa dar alegria aos torcedores e ajudar os meus companheiros." - Feltri. 

Eu acho que é somente isso por hoje galera, espero que gostem. Até a próxima!!! 



NOVA IGUAÇU 0X0 BOTAFOGO 
Local: Moça Bonita, Rio de Janeiro(RJ)
Data: 29 de janeiro de 2012
Árbitro: Antônio Maciel
Assistentes: Michael Correia e Luis Felipe Costa 
Cartões amarelos: Uallace, Naylho (N. Iguaçu); Márcio Azevedo, Loco Abreu (Bota)

NOVA IGUAÇU: Jefferson; Marcelinho, Naylhor, Vagner Eugênio e Uallace; Amaral, Luan, Mossoró (Paulo Henrique) e Dieguinho; Zambi e Leandrão (Lukian)
Técnico: Léo Condé 

BOTAFOGO: Jefferson, Lucas, Antônio Carlos, Fábio Ferreira e Márcio Azevedo; Marcelo Mattos, Renato, Maicosuel (Caio), Andrezinho (Felipe Menezes) e Elkeson (Herrera); Loco Abreu
Técnico: Oswaldo de Oliveira 










Em tarde nada inspirada o time do Botafogo não sai do zero contra o Nova Iguaçu, apresentando os mesmos problemas do ano passado e com praticamente o mesmo time, só mudando com a presença do Andrezinho que também não conseguiu apresentar um futebol a altura do glorioso e do Márcio Azevedo que bem que tentou mas também não foi muito feliz. O Fogão até que tentou criar algo mas com o Loco isolado na frente e mesmo com a entrada do Herrera, Felipe Menezes e Caio as coisas não mudaram e com o time do Nova Iguaçu jogando no contra-ataque não ameaçou a meta do goleiro Jefferson, justificando assim o placar de 0X0. 

O técnico Oswaldo de oliveira vai ter muito trabalho pra acertar esse time aja vista que esta com as mesmas deficiências do ano passado e com praticamente o mesmo elenco, o que tem que mudar é a atitude, fazer com que Elkeson, Maicosuel e os atacantes rendam melhor e não fiquem presos na falta de jogadas que foram a marca do Caio Jr criar opções táticas e tirar os que não estiverem rendendo a altura do Glorioso, mas é só o começo do ano e o Botafogo tem muito a provar ainda. Vamos ver como será no próximo jogo. 
Vamos lá Fogão!!! 

VALEU GALERA, ATÉ A PRÓXIMA!!!

quinta-feira, 26 de janeiro de 2012

Libertadores da América - Real Potosi 2x1 Flamengo

O Flamengo foi a Potosí, com mais de 4.000 metros, enfrentar o Real Potosí, saiu na frente, com gol do Luis Antonio, mas levou a virada de 2x1 e volta para o Rio com a obrigação de derrotar o adversário por 1x0 ou diferença de dois gols.


REAL POTOSI 2X1 FLAMENGO

Local: Estádio Victor Agustín Ugarte, Potosí (Bolívia) 
Data: 25 de janeiro de 2012
Árbitro: Líber Prudente (Uruguai) 
Assistentes: Carlos Pastorino e Carlos Changala (ambos do Uruguai) 
Cartões amarelos: Jimenez e Alarcon (Real Potosí); Leonardo Moura, Botinelli e Willians (Flamengo)

Gols: 
REAL POTOSÍ: Centurion, aos 31 minutos do primeiro tempo; Brittes, aos 12 minutos do segundo tempo
FLAMENGO: Luiz Antonio, aos 29 minutos do primeiro tempo

REAL POTOSÍ: Lapczyk; Jimenez, Centurion, Alarcon e Rivero; Sejas, Michelena (Tudor) e Ortiz; Brittes (Torres), Angola (Ovando) e Marcos Pol
Técnico: Victor Zwenger

FLAMENGO: Felipe; Léo Moura, Welinton, David Braz e Junior César; Willians (Camacho), Airton (Botinelli), Luiz Antonio e Renato Abreu; Ronaldinho e Deivid (Negueba) 
Técnico: Vanderlei Luxemburgo













Sobre o jogo muito pouco a dizer; o time é o burocrático que se apresentava em 2010. O treinador continua mais preocupado com questões políticas e de estrutura do clube do que com a formação de um grupo competitivo.
Acredito que, para não perder o grupo, Luxemburgo insiste na escalação de jogadores que erram muitos passes (Willians, Renato Abreu), trombadores (a zaga e o meio, recheado de cabeça "de bagre") e um sistema ofensivo que se assemelha ao sistema financeiro europeu.

Perder para o Potosí foi o menor dos vexames, que serão muitos se não houver mudanças profundas, a começar pela comissão técnica (leia-se "treinador").

A contratação do artilheiro do amor foi uma bola dentro dessa diretoria incompetente. A presidenta rubro-negra ficará marcada como uma das piores administrações se não "escalar" os mais competentes e demitir as "baratas"

quarta-feira, 25 de janeiro de 2012

Copa São Paulo de Futebol Junior - Final - Corinthians 2x1 Fluminense

E mais um vice... O Fluminense perde para o Corinthians, de virada, por 2x1 e fica com o vice-campeonato da principal competição da categoria Sub-18. 


Corinthians 2x1 Fluminense 

Local: Estádio Municipal Paulo Machado de Carvalho (Pacaembu), em São Paulo (SP)
Data: 25 de janeiro de 2012
Cartões amarelos: Anderson e Gomes (Corinthians); Willian, Silézio e Fabinho (Fluminense) 

Gols: CORINTHIANS: Antônio Carlos, aos 21 e aos 43 minutos do segundo tempo
FLUMINENSE: Michael, aos três minutos do segundo tempo 

CORINTHIANS: Matheus Caldeira (Ravi); Cristiano (Leandro), Antônio Carlos, Marquinhos e Denner; Anderson, Gomes, Giovanni (Wesley) e Matheuzinho; Douglas e Leonardo
Técnico: Narciso 

FLUMINENSE: Silézio; Fabinho, Wellington Carvalho, Léo Lelis e Ronan; Higor, Willian, Rafinha e Eduardo (Fernando); Michael (Igor Julião) e Marcos Júnio
Técnico: Marcelo Veiga 

VISÃO DE JOGO: LUIZ CLÁUDIO ANTONIO 

Depois de perder a final do Campeonato Brasileiro Sub-20 para o América-MG, o tricolor perdeu mais uma vez, depois de abrir o placar. 

Mas foi um excelente jogo, muito disputado e com várias chances de gol para os dois lados, mas a exemplo do time profissional, a fragilidade da sua zaga foi determinante para a derrota, com dois gols de cabeça do ex-tricolor zagueiro Antonio Carlos, depois de duas cobranças de escanteio. 

A partida foi bem disputada desde o início. O Corinthians, empurrado pela sua torcida, tentava atacar o tempo todo, mas o Flu bem postado em campo, neutralizava as investidas do alvinegro. E com um endiabrado Marcos Junior ameaçava nos contra-ataques. O goleiro do Timão também estava num bom dia, fazendo boas defesas. Mas achei o time do Flu muito atrás, marcando bem, é verdade, porém chamando o time do Corinthians para o seu campo. O sol castigava as duas equipes e o ritmo foi caindo ao fim da primeira etapa. 

Veio a segunda etapa e o Fluminense resolveu jogar, e logo aos 3 minutos, Marcos Junior, de tanto brigar pela direita, descolou um bom cruzamento pela direita; o goleiro Matheus Caldeira saiu muito mal, o atacante tricolor Michael ganhou na cabeça e escorou com o pé direito pra dentro das redes: 1x0. Logo depois, num cruzamento da esquerda, uma bela cabeçada do lateral Fabinho e a defesa do jogo do goleiro do Timão! Se aquela bola entra, com 2x0 no placar ia ser difícil tirar o título do Flu. Mas, aos poucos o time alvinegro foi se acalmando e pressionando o time tricolor, até chegar no empate, numa cobrança de escanteio que o zagueiro e capitão Antonio Carlos concluiu pro gol: 1x1, aos 21 minutos. 

O Flu tentou dar uma pressão, mas Matheus Caldeira, depois da falha no gol tricolor, ficou mais ligado e fez uma grande defesa num chute do Higor. 

Com o tempo passando, o Flu resolveu recuar para manter o empate, o goleiro Silézio foi fazendo cera, inclusive levando cartão amarelo. Já o goleiro do Timão, mesmo machucado, foi ficando no jogo, fato esse que o Flu não levou em consideração, pois poderia ter arriscado mais de fora da área. 

Mas só Marcos Junior queria jogo e no fim da partida, já aos 44 minutos, veio o castigo: mais uma cobrança de escanteio e mais uma vez o zagueiro Antonio Carlos, ex-tricolor, vale lembrar outra vez, sobe sozinho, lá no último andar e cabeceia sem chances de defesa para Silésio: Corinthians 2x1. E mais um vice tricolor. 

Campeonatos de base servem para preparar os jogadores que vão subir aos profissionais. Não adiante nada ser campeão, se não estiverem prontos para subir e se tornar grandes jogadores. Ganhar é bom, deixam os jogadores mais acostumados a grandes conquistas, mas o importante é que esses jogadores entrem no time principal prontos e não sintam o peso da camisa. 

Gostei nesse time de alguns jogadores, que pra mim têm muito futuro, se forem bem trabalhados: Fabinho, Ronan, Rafinha, Higor, Igor Julião, Eduardo, Michael e principalmente Marcos Junior, esse último sim, pra mim já merece treinar este ano entre os profissionais, até porque tem muito craque no time de cima para inspirar o jovem driblador camisa 11. 

Força aí garotada, estamos juntos! 
Saudações tricolores!

segunda-feira, 23 de janeiro de 2012

Primeira rodada da Taça Guanabara 1º turno do Campeonato Estadual

A emoção está de volta! A temporada do futebol carioca começa com o campeonato estadual e todos os grandes venceram: Fluminense 3x0 Friburguense, Flamengo 4x0 Americano, Vasco 2x0 Americano e Botafogo 3x1 Resende. Os times pequenos não foram páreos para os grandes e a disputa pelo título promete. 





FLUMINENSE 3 x 0 FRIBURGUENSE

Local: Moça Bonita, Rio de Janeiro (RJ)
Data: 21 de janeiro de 2012
Horário: 17 horas 
Público: 5.019 pagantes
Árbitro: Leonardo Garcia Cavaleiro
Assistentes: Wagner de Almeida Santos e Jackson Lourenço Massarra dos Santos
Cartões amarelos: 
Márcio Rosário(Flu) e Lucas(Friburguense) 

Gols: FLUMINENSE - Araújo aos 13 e Rafael Moura aos 36 minutos do primeiro tempo; Thiago Carleto aos sete minutos do segundo tempo 

FLUMINENSE: Ricardo Berna; Souza (Rodrigo), Márcio Rosário, Digão e Thiago Carleto (Lucas Patinho); Valencia, Jean e Wellington Nem; Martinuccio (Fábio), Rafael Moura e Araújo
Técnico: Abel Braga 

FRIBURGUENSE: Marcos; Sérgio Gomes, Cadão, Evair e Flavinho; Bidu, Lucas, Marcelo e Jorge Luiz (Victor Hugo); Ricardinho (Ziquinha) e Diego Santos (Rômulo)
Técnico: Gerson Andreotti. 











Em um sábado de sol, por volta de 40° graus, o Fluminense estreou no Cariocão 2012 com seu time B, que mais parecia o A-2, com o primeiro gol do ano do Araujo, que surpreendeu positivamente a todos nós, ele correu, chutou, marcou, deu passe, acredita-se que ele estreou pelo Flu no sábado. 

Foi um jogo bonito, com algumas boas defesas do Ricardo Berna, o gol do He-Man que foi amadurecendo ao longo do jogo, e a otima surpresa do estreante Carleto, eu acredito que o Carlinhos perde facil a vaga para ele.
Bom no resumo de tudo foi uma ótima estreia, o PPV travou no segundo tempo de jogo, mais também não aconteceu nada além, após o terceiro gol, foi só administrar a partida. 

Ainda temos problemas que preocupam e muito, a zaga não passa segurança, eu tenho medo quando a bola se aproxima do gol do Flu, vamos aguardar a estreia do Anderson, para ver se a zaga melhora, mais ainda é muito preocupante.
Num sábado com sol de 40° com Moça Bonita LOTADO em BANGU a torcida arrebentou como sempre, para dar as boas vindas ao Flu 2012, a maquina que está sendo montada... 

E como já se canta pelo Twitter: Arêrêêê vou ganhar o estadual com time B.

FLAMENGO 4 x 0 BONSUCESSO

Local: Engenhão, no Rio de Janeiro(RJ)
Data: 21 de janeiro de 2012, sábado
Horário: 19h30 (de Brasília)
Árbitro: Wágner do Nascimento Magalhães
Assistentes: Rodrigo Pereira Jóia e Diogo Carvalho Silva
Público pagante: 4.246
Cartões amarelos: Maldonado, Frauches, Thomás, Bottinelli (Flamengo); Diogo, Admilton (Bonsucesso)
Gols: Flamengo: Jael, aos 27 e 30 do 1º tempo; Camacho, aos 27 do 2º tempo, Adryan, aos 43 do 2º tempo

FLAMENGO: Paulo Victor, João Felipe (Digão), Marllon, Frauches e Magal; Maldonado, João Vitor, Camacho (Adryan), Bottinelli; Lucas (Thomás) e Jael
Técnico: Antônio Lopes Júnior

BONSUCESSO: Saulo, Eduardo Ratinho (Felipe) (Dráuzio), Admilton, Gomes e Diego; Bruno Ferreira, Marcio Guerreiro, Palermo e Marco Goiano (Jefferson); Diogo e Adriano Magrão
Técnico: Wilson Gottardo









Nada como um sparring. 
Com a volta de campanhas consistentes dos grandes times cariocas no cenário nacional percebemos um abismo cada vez maior entre um grande e um pequeno. Vários fatores explicam isso, como: força financeira, torcida, estrutura superior, ser vitrine dos principais empresários. Enfim, os jogos contra as menores forças tornou-se mera formalidade já que em vez de investir em jovens valores insiste em jogadores decadentes e os poucos que conseguem se destacar são rapidamente vendidos.
Com isso, o sparring da vez é o simpático time da Leopoldina que volta a competição depois de vários anos de ausência. Por si só isso ajuda a entender a fragilidade de um time cujo objetivo é claramente não voltar a segunda divisão. Pelo futebol demonstrado até isso será uma tarefa árdua para o Bonsucesso. Atordoado com o bom início do Flamengo pouco conseguia trabalhar a bola e ainda perde um gol fácil aos 16 minutos com Adriano Magrão. Quando se perde uma oportunidade dessas a história já mostra que grandes camisas não perdoam esse tipo de erro.
Acuado nas cordas o sparring tomou dois golpes seguidos de Jael e ficou desorientado. Sabia que o papel que lhe cabia era exatamente treinar o lutador para a luta principal que será dentro de pouco tempo na altitude de Potosí. Mas o estilo de jogo aqui era bem mais rápido e agressivo do que o cadenciado e preguiçoso que está na Bolívia. Enfim, a garotada está mesmo disposta a buscar seu lugar ao sol. Principalmente Camacho que comandava a meiuca com bom toque de bola e ainda fez o terceiro num balaço de fora da área. 

A partir daí com o Bonsuça entregue o Flamengo relaxou e mesmo assim não se expôs porque a parte ofensiva do adversário não existiu. 

Ainda teve tempo para o primeiro gol de Adryan nos profissionais, um belo gol diga-se de passagem, e mais nada digno de registro. 

Por isso tudo, espero que surjam oportunidades para a prata da casa mostrar serviço e fazer o Luxemburgo fazer seu papel e barrar alguns medalhões que não estão jogando nada. 




VASCO 2 x 0 AMERICANO 

Local: Estádio Moacyrzão, Macaé(RJ)
Data: 22 de janeiro de 2012, domingo
Horário:17 horas (de Brasília)
Público pagante: 5.432
Árbitro: Rodrigo Nunes de Sá
Assistentes: Lilian da Silva Fernandes Bruno e Andréa Izaura Maffra Marcelino de Sá
Cartões amarelos: Felipe Bastos (Vasco); Pachola e Evandro (Americano)
Cartão vermelho: Jonathan (Vasco)
Gols: VASCO: Alecsandro, aos 32, e Fagner, aos 41 do primeiro tempo 

VASCO: Fernanrdo Prass; Fagner, Dedé, Renato Silva e Thiago Feltri (Max); Nilton, Fellipe Bastos, Chaparro (Jonathan) e Juninho; Diego Souza e Alecsandro
Técnico: Cristovão Borges

AMERICANO: Erivélton, Alex, Ricardo Braz, Adalberto e Márcio Loyola; Caetano, Paulo Vítor, Pedro (Tardelly), Pachola (Marconi). Evandro (Wanderson) e Hugo
Técnico: Moacir Júnior 










Olá pessoal. É, hoje começou o ano pros vascaínos e vascaínas fanáticos (as),foi dia de recomeçar, gritar, se emocionar ao ver o time mais querido jogando....hoje dia 22/01/2012 primeiro jogo do Vascão do ano, com emoção, estresse, nervosismo e etc. Aos 2 minutos do primeiro tempo quase tivemos uma boa oportunidade de efetuarmos o primeiro gol do Diego Souza, mas infelizmente não deu certo. Mas diante dos 2 minutos o elenco vascaíno se mostrou confiante e seguir com um excelente placar de 2x0. Sinceramente Feltri e Chaparro me surpreenderam no jogo, pra mim jogaram super bem, estão de parabéns. Eu adorei o jogo, espero que a nação vascaína também tenha gostado! Acredito que diante de hoje o Clube de Regates Vasco da Gama levantará a cabeça e seguirá firme e forte nesse carioca. Acho que é somente isso por hoje, saudações vascaínas! 




BOTAFOGO 3 x 1 RESENDE 

Local: Engenhão, Rio de Janeiro(RJ)
Data: 22 de janeiro de 2012, domingo
Horário:19h30 horas (de Brasília)
Público pagante: 6.148
Árbitro: Wagner dos Santos Rosa (RJ)
Assistentes: Ediney Gerreiro Mascarenhas e Marco Aurélio dos Santos Pessanha (ambos do RJ)
Cartão Amarelo: Facundo Gomez e Marcelo Régis (Resende)
Gols:
BOTAFOGO: Loco Abreu, aos 28 minutos do primeiro tempo e 23 minutos do segundo tempo; Maicosuel, aos 22 minutos do segundo tempo
RESENDE: Emerson, aos 43 minutos do primeiro tempo 

BOTAFOGO: Jefferson, Lucas, Antônio Carlos, Fábio Ferreira e Marcio Azevedo (Lucas Zen); Marcelo Mattos, Renato, Maicosuel, Andrezinho (Felipe Menezes) e Elkeson (Herrera); Loco Abreu
Técnico: Oswaldo de Oliveira 

RESENDE: Mauro; Welington, Facundo Gomez, Filipe Machado e Kim; Léo Silva, Emerson (Iuri), Marcel e Hiroshi (Valdeir); Elias (Léo) e Marcelo Régis
Técnico: Paulo Campos 










Começa o Campeonato e o Fogão se dá bem, vence o Resende pelo placar de 3 X 1 com gols de Maicossuel e é claro de nosso atual Ídolo maior o Loco Abreu que marcou duas vezes em belas jogadas com toques refinados de seus jogadores de meio campo . O Fogão entrou em campo pressionado já que os outros três times grandes ganharam seus jogos e com times reservas ou mistos, mas o time se comportou bem levando em conta que estavam desentrosados e com a implantação de uma filosofia nova de seu técnico,é bom nós lembrarmos que nada é fácil pro Botafogo e que o time apesar de ter mantido a base não se deu muito bem no brasileirão do ano passado, mas pra começo ta bom só não gostei de ter levado gol que aconteceu numa falta que desviou na barreira e enganou nosso querido goleiro Jéfferson o que pode dar indícios que o Oswaldo terá muitas coisas pra acertar na zaga e no sistema defensivo mas do meio pra frente eu gostei muito e tenho esperanças de que o Fogão faça um belíssimo Cariocão. 
Rumo ao título!!!! 
Vamos lá Fogão!!!!!! 

É ISSO AÍ GALERA, ATÉ A PRÓXIMA!

sexta-feira, 20 de janeiro de 2012

Vai começar o Futebol 2012!!!

Vai começar a temporada 2012 do futebol carioca! 

Os torcedores do Rio não precisam mais ficar na saudade. Depois de mais de um mês sem bola rolando, enfim os nossos times do coração vão entrar em campo e fazer a alegria da galera! 

Já nesse fim de semana, a bola rola no campeonato mais charmoso do Brasil, o Cariocão 2012. É bem verdade que nos últimos tempos a competição perdeu um pouco o glamour, por conta do enchimento, 16 times é muita coisa. E com o pouco tempo de pré-temporada, os times grandes acabam usando o campeonato, principalmente a Taça Guanabara de preparação para o restante da temporada. Esse ano ainda mais com três times disputando a Libertadores. Mas ainda tem seu charme e muita rivalidade em campo e nas arquibancadas. O Maracanã faz falta, mas o torcedor já se acostumou com o Engenhão. 

Nessa primeira rodada do estadual, os jogos dos times grandes são esses: 
Sábado, 17 horas, Moça Bonita, Bangu
FLUMINENSE X FRIBURGUENSE

Sábado, 19:30 horas, Engenhão
FLAMENGO X BONSUCESSO

Domingo, 17 horas, Cláudio Moacir, Macaé
VASCO X AMERICANO. 

Domingo, 19:30 horas, Engenhão
BOTAFOGO X RESENDE. 

Agora, os comentaristas do blog escrevem sobre a expectativa de seus times para essa temporada 2012 do futebol carioca: 

ALEXANDER XAVIER 

E mais um ano começa pro Fogão com as forças renovadas e com um bom trabalho da diretoria o time manteve sua base e conseguiu reforços mesmo com pouco dinheiro: Rojas, Andrezinho e a volta do Jóbson que querendo jogar vai ser muito útil pro time e sua principal contratação que foi o técnico Osvaldo de Oliveira que é muito melhor que o Caio Jr e tem apoio total dos jogadores e da diretoria o que não havia com o técnico anterior. Com o time montado e com a base mantida só nos resta esperar pra ver como o Glorioso de General Severiano vai se comportar neste campeonato Carioca que vai ser um importante teste pro Brasileirão 2012. Vamos lá Fogão!!! 


ALAN DALLES
Ta difícil, mas pode melhorar!

O Flamengo iniciará esta temporada com muitos problemas, principalmente em campo. Luxemburgo insisti em um time titular que não dará certo. Porém, ele não deverá permanecer (já deveria ter saído, levando um monte de morcegos que estão por lá), e o próximo deverá modificar, encaixando quem realmente irá produzir para a melhora do time. Caso isso aconteça, as chances do Flamengo aumentarão bastante, com chances de chegar longe na Libertadores. Espero que Love mais o Marcos González cheguem e deem mais experiência e produtividade ao time titular. 
Enfim, que os “administradores” rubro-negros não atrapalhem a alegria dos torcedores DO MAIOR CLUBE DO RIO DE JANEIRO EM TODA A HISTÓRIA DO FUTEBOL jogada em nossos campos.



CARLOS AUGUSTO BARCELOS 
Começamos bem... 
O ano de 2011 acabou e ficou a lembrança de um time caro e acomodado. Enfim, técnico que não descobriu a melhor forma de escalar e organizar o time, diretoria que não cumpre com suas obrigações, departamento de marketing que inexiste, factóides para iludir torcedor. Todos esses problemas e mais alguns que não foram citados fizeram com que o torcedor rubro negro rezasse para que 2011 acabasse logo, pois diante desse cenário não havia como piorar a situação.
Ano novo, vida nova! Mas não para o Flamengo cuja diretoria se esforça muito para manter as crises de todo santo dia e consegue piorar o que já está horrível. São jogadores reclamando de acordos financeiros (luvas, direito de imagem) atrasados, técnico e diretor de futebol trocando farpas pela imprensa, pré-temporada com crise de relacionamento com o craque do time, chapéu do rival na contratação de jogadores. Esqueci algo? Acho que sim, a bagunça do clube para as coisas mais simples irrita o mais pacato flamenguista. Qual a expectativa? A pior possível, diria eu, se não se tratasse do Mengão! Clube tão gigante que nem os piores incompetentes (diretoria e comissão técnica) e preguiçosos (preciso explicar quem são?) conseguem abalar. Até porque não há nenhum super time disputando a Libertadores (lembrando que a LaU vendeu alguns jogadores chave como o Rojas e o Vargas) e o Brasileiro. Para ao menos disputar os títulos com dignidade é preciso que todos calem a boca e joguem bola.
Em vista desses fatos, espero eu que eles honrem a folha de pagamento uma das mais caras do Brasil e faturem ao menos um título. 


ANDRÉA OLIVEIRA 
Eu acredito como sempre! Sou Tricolor! 

Como torcedora, começo o ano com aquele misto de esperança, otimismo, mas ao mesmo tempo, de preocupação .... é fato, estamos em uma nova era, recusamos propostas boas de clubes interessados em nossos guerreiros, e fomos buscar nos clubes que antes nos tiravam, jogadores de nível excelente, temos a excelência fora das quatro linhas, Marcelo Teixeira e Rodrigo Caetano que são hoje os maiores nomes em questão de gerência, serão fundamentais. Temos um Presidente de verdade. 

Precisamos de comprometimento de todos os jogadores com o time, a minha opinião é exatamente disso que precisamos pra enfrentar os obstáculos e conquistar títulos, um grupo unido e que sabe jogar um bom futebol. Então o que me resta é especular um pouco sobre o time tricolor pra 2012. 

O Thiago Neves foi uma contratação “cirúrgica” apesar de não concordar com negociação devido o valor no qual acho alto… O ataque já se apresenta como um dos mais temidos do Brasil. Quem não queria contar com Fred, TN, Sobis? Hein? ainda mais com apoios qualificadíssimos como Deco e Wagner, temos grupo, definitivamente. Mas ainda faltam algumas peças mais confiáveis que as atuais – ou bons reservas imediatos: como por exemplo um zagueirão! Daqueles bons mesmo, que tomam conta da area e não ficam no DM. Zagueirão pra chegar, fardar, entrar em campo e tomar conta da grande área de uma vez por todas, aí mora minha preocupação... Falta aquele zagueiro que saiba sair jogando com a bola no chão e tenha noção de colocação na área (a contratação tem que ser meticulosa) mesmo porque zagueiro vai ser muito dificil achar quem tem zagueiro bom não vende. 

A maneira como estão sendo conduzidas as coisas nas Laranjeiras traz muita confiança em bons resultados em 2012. Não dá para ganhar tudo (é lógico), mas a chance de conquistar algo importante neste ano é grande. Pode ser a Libertadores, o Brasileirão… 

Enfim, acredito que, com boas contratações que estão sendo feitas e com a base do nosso grupo, teremos um time competitivo em 2012. Acrescente a esse grupo motivação e dedicação tática que iremos vencer. Eu tenho fé. ST. 

THAYSA SUDRE 

Esse ano promete para os tricolores, após um ano meia boca, em que não fomos concorrentes diretos ao titulo graças ao primeiro turno desastroso com uma contribuição muito grande do Muricy Rato Ramalho, mais apesar das burrices do Abelanta o ano que tinha tudo para ser perdido, arrancamos como guerreiros que somo o terceiro lugar e a vaga direta na Libertadores 2012.
2012 tem tudo para ser perfeito, mas algumas questões pontuais que me preocupam:

Primeiro: O problema defensivo, o Anderson foi contratado para a zaga, mais não irá suprir a nossa necessidade para a Libertadores, precisamos de um zagueiro experiente, um zagueiro que esteja acostumado com a pressão de competições internacionais, não da para depender de Gum, Leandro Euzébio e cia, sério meu coração não aguenta. 

Segundo: protagonizamos o primeiro FlaxFlu do ano, com vitória tricolor, pela contratação do Thiago Neves, e agora temos a obrigação de ganhar clássicos dentro de campo, porque mais um ano de vergonha sem ganhar um clássico é um absurdo né? Se não for para ganhar classico de que adianta brigar pelo TN??? 

Terceiro: planejamento, esse ano realmente esse ano o Fluminense aprendeu o significado desta palavra, pois tivemos contratações com antecedência, a já habitual pré-temporada em Mangaratiba, aparentemente nenhuma contusão, o elenco está quase fechado na minha opinião, coma ressalva é claro do zagueiro. 

No geral as esperanças para o ano de 2012 são as melhores possíveis, começando com o pé direito com o hexacampeonato da Copinha quem sabe, se os jogadores se motivarem com o prêmio oferecido pelo Celso Barros e conquistarem a Tríplice Coroa. 

Esse ano eu quero todos os títulos, Copinha, Carioca, Libertadores, Brasileiro, Mundial, Campeonato de Cuspe a distância, e todo o resto. 

LUIZ CLÁUDIO ANTONIO 

Esse ano eu estou mais animado do que nos anteriores, montamos mesmo uma verdadeira seleção, principalmente do meio pra frente. É bem verdade que a retaguarda ainda nos causa calafrios, mas com o talento dos jogadores de frente, poderemos prender mais a bola no campo do adversário e assim não sofrer tanto lá atrás. Pra mim, a melhor contratação foi do meia Wagner, que arma bem e finaliza com qualidade. A manutenção de praticamente todo o elenco foi fundamental pelo entrosamento que já possuem, a perda do Marquinho foi significativa, mas a chegada do Wagner supre bem essa lacuna. A chegada do Thiago Neves veio mais como cereja do bolo. É um grande jogador e tem uma certa identificação com a torcida, apesar das declarações infelizes quando jogou no rival, mas isso se esquece quando a bola rolar e os gols aparecerem. Só acho que 16 milhões de reais investidos na sua contratação poderia ser usados para trazer sim um grande zagueiro e um volante que marque mais do que os que temos lá. Mas tá bom, enfraquecemos um rival e reforçamos mais ainda nosso elenco estrelar. 

É claro, ninguém vence de véspera, já montamos outros times cheio de craques e demos com a cara na parede, o nosso treinador precisa criar um time com tanto jogador consagrado, a começar com o sistema defensivo que deixou a desejar no ano anterior, quando perdíamos e ganhávamos com a mesma frequência. Esse ano tem que ser diferente, muita gente aposta no Fluminense como o grande time do Brasil e isso chama mais responsabilidade para o grupo. E também o Abel vai ter que ter muita lábia para administrar os egos do grupo, pois com tantos jogadores no elenco, mais de 30, vai ter craque fazendo beicinho sentado no banco, inevitável. 

Abel, a bola está com você, confiamos no seu taco! 

FERNANDO SIDRONIO 

Vai começar mais uma temporada em que o Vasco precisa mostrar que a incrível recuperação no ano passado, depois de um início desastroso não foi obra do acaso. A base vencedora foi mantida, alguns bons jogadores chegaram, outros saíram, mas vejo o elenco forte para tentar buscar mais títulos, para apagar os oito anos que ficamos sem gritar é campeão e que viramos motivo de chacota aqui no Rio de Janeiro. 

Montamos uma zaga de respeito, talvez a melhor do Brasil, com Dedé e Rodolfo. No meio, a força da marcação de Rômulo e Nilton. Os maestros Juninho e Felipe continuam e com mais uma temporada de treinamentos esperamos que rendam mais do que o ano passado. Esse Abelairas era promessa de craque, mas se contundiu, ficou mais de um ano sem jogar, é uma aposta, mas pode dar certo. Diego Souza continua e melhor condicionado pode ser o fator de desequilíbrio da equipe. Lá na frente, Alecsandro continua e deve ser o homem-gol do time, já que o Élton foi embora para o Corinthians, mas o Carlos Tenório chegou e traz a experiência internacional que o time precisa lá na frente. E ainda tem o Éder Luiz, que volta de contusão. 

Acho que o time ainda precisa de uma contratação de impacto, mas se o grupo unido do ano passado mostrar de novo essa cumplicidade, temos tudo para fazer um 2012 melhor ainda do que 2011. O Gigante da Colina voltou com tudo e o Trem-Bala está pronto para partir! 


É isso aí, galera, a temporada de 2012 vai começar e com os reforços que chegaram o blog Rio Bom de Bola vai bombar em 2012!!! 

RIO BOM DE BOLA, O FUTEBOL CARIOCA NA INTERNET!

terça-feira, 17 de janeiro de 2012

Briga por Thiago Neves, o primeiro Fla X Flu do ano!

Nas últimas semanas nas redes sociais só se fala em Thiago Neves, Flamengo e Fluminense.

Após os árabes não aceitarem a proposta inicial do Fla pelo TN, que tudo começou, uns dizem que ele foi oferecido ao Flu, outros que o Celso Barros atravessou as negociações, ao certo ninguém sabe o que aconteceu, a realidade é que o Fluminense está próximo de assinar com ele. 

Do outro lado da história, sem querer sabe das negociações, se encontra a torcida dos dois times, bom a torcida Tricolor está divida devido a tudo que o TN falou quando estava no Rubro-Negro, uma outra parte nem liga para o que ele disse, quer ele de volta e metendo gol, acho válida a ideia dele voltar já que o cara é goleador, brigador e é um perfil de jogador que admiro muito, não fica esperando bolinha no pé, ou na cabeça para finalizar, o que ele falou ou deixou de falar acho que nesse momento é indiferente, se vier jogar com respeito e fizer gol, já está valendo. 

Bom o lado Rubro-Negro da questão não conheço profundamente, mais tenho amigos de lá e já vi varias opiniões, com a atual situação do clube, os problemas financeiros refletem uma má administração, estão pagando um preço muito alto por isso, perdendo um jogador muito mais importante lá do que aqui, e se caso perder o Ronaldinho piora a situação, ainda mais com o amigo inseparável do Abel no comando do Flamengo né, porque o Luxemburgo compete pau a pau com Abelanta. 

Aparentemente a novela está definida, o Fluminense é o clube em que o TN irá jogar, ainda falta alguns detalhes burocráticos como sempre. 

COMENTÁRIOS DE THAYSA SUDRE


sexta-feira, 6 de janeiro de 2012

Estréia dos times cariocas na Copinha

Os times do Rio estrearam nessa semana na Copa São Paulo de Futebol Junior.
O Flamengo só empatou com o Aquidauanense, de Mato Grosso, por 0x0. Mas os outros três times venceram:
o Vasco derrotou o São Francisco-BA, por 3x2; o Botafogo venceu o Americano-MA, por 2x0 e o Flu arrasou o Ji-Paraná-RO, por 5x0.

Vejam agora o comentário do jogo do Flu com a estreante do blog, Thaysa Sudre da Silva:

Primeiro jogo do Flu em 2012, para matar a saudade de um mês sem ver a camisa tricolor em campo, após o vice no brasileirinho para o América-MG nosso carma, nosso primeiro jogo deu gosto de assistir. No final do primeiro tempo já estava 4x0, muito se falou durante a semana sobre a ausência dos jogadores mais velhos devido ao limite de idade, mais ninguém sabia que o Eduardo iria fazer tanta diferença, aposta vinda do Fortaleza, que surpreendeu positivamente a torcida, tivemos 2 sustos com a saída errada do goleiro e só, o jogo foi tranquilo, primeiro tempo chuvas de gol, o segundo ficou chato o Ji - Paraná nem reagiu, mais não vamos ter só flores pelo caminho não, a caminhada é longa para o HEXA da competição, precisamos trabalhar a maturidade da garotada, para formar uma base forte, madura e vitoriosa, para o profissional ter peça de substituição, basta a diretoria parar de querer jogadores velhos e famosos e olhar para dentro de casa. Mais isso é outra história. O importante é: UH PEGA O TREM É O BARCELONA DE XERÉM.











Vasco 3x2 São Francisco-BA











Botafogo 2x0 Americano-MA











Valeu galera, até a próxima!